Hábitos ideais para o dia-a-dia do seu cão - Comportamento Animal

21/08/2018

 

Algumas pessoas cansam da rotina e não curtem fazer as mesmas coisas todo dia, seu cão não é assim, em geral os cães gostam de rotina, eles adoram fazer as coisas iguais todo dia, desde que é claro, isso inclua comer, brincar, fazer suas necessidades, tomar uma água fresca e poder passear.

 

Nesse artigo você aprende a organizar a rotina do seu cão, se você já fez isso então esse artigo pode te ajudar a resolver qualquer problema que esteja na rotina do seu cão e você talvez não tenha notado ainda.

 

Porque rotina é importante para o cão?

 

A rotina é muito importante para os cães porque eles se sentem mais tranquilos sabendo o que farão naquele dia, claro que essa rotina precisa incluir tudo que ele precisa para estar bem, isso combate e previne:

 

- Destruição de coisas em casa;

 - Cães reativos e agressivos;

- Cães que se lambem excessivamente;

- Ansiedade por separação;

- Depressão e outros incômodos.

 

 

Tenha regras

 

Sim, casa com regras é muito importante, se seu cãozinho não precisa seguir regras ele se sente dono da casa, isso é ruim.

 

Habilidades caninas e estimulação mental – Enriquecimento ambiental

 

Ensinar ao seu cão os comandos básicos, como senta, fica será fundamental para a sua segurança e para uma melhor comunicação com ele. No entanto, uma vez aprendidas, muitos tutores deixam de trabalhar com seus cães. Este é um erro grave.

 

É muito importante referir que proporcionar ao nosso cão estimulação mental é indispensável para ser feliz e o seu cérebro estar constantemente estimulado. 

 

Pode utilizar brinquedos de inteligência (do tipo tabuleiro) ou o kong, mas a verdade é que também é importante trabalhar as diferentes habilidades caninas, estimulando o olfato, paladar, visão e audição. Um cão que trabalhe diariamente com seu tutor será muito mais feliz e saberá se relacionar de forma muito mais positiva com ele.

 

A socialização diária

 

Seguir uma correta rotina de socialização com outros cães e pessoas é fundamental. Desde os seus ancestrais, o cão conserva a sua natureza social que se baseia na hierarquia entre os membros de uma matilha. Todos os grupos, família humana ou animal, contam como matilha. Sabemos que o que aprendem na fase de socialização do filhote faz com que se adapte melhor às diferentes mudanças de ambientes e desta forma aprende a tolerar o seu papel secundário perante o seu líder humano.

 

Todos os Cães deveriam poder se relacionar diariamente com outros indivíduos, independentemente da sua espécie. Os Cães que não foram corretamente socializados podem sofrer de problemas de comportamento na sua fase adulta como medo, reatividade ou introversão.

 

Tempo de brincadeira

 

Todos os Cães deveriam poder desfrutar de, pelo menos, 15 ou 30 minutos diários de diversão em liberdade, como por exemplo, jogar à bola com ele no parque. Este hábito é fundamental para o ajudar a liberar o estresse e enriquecer o seu dia a dia de forma positiva.

 

Aceitar momentos de solidão

 

Quando se trata de filhotes, aceitar os momentos de solidão como hábitos e rotinas positivas para o Cão costuma ser mais difícil. Antes de chegar a nós, o filhote foi separado da sua mãe e irmãos e, mesmo sabendo que é complicado para nós e para ele, o pequeno deve aprender a estar sozinho e superar a ansiedade de separação. Para isso, comece por o deixar sozinho pequenos períodos de tempo e desta forma, conseguirá fortalecer a sua confiança e tranquilidade emocional.

 

Nenhum Cão deve estar condenado à solidão, lembre-se que eles são animais sociais que vivem em matilhas, pelo que a companhia é necessária. Se eles forem conscientes que apenas estarão sozinhos por um período de tempo (nunca superar as 8 horas de solidão), a resposta a este hábito nunca será negativa. A longo prazo, conseguirão distrair-se sozinhos, seja brincando, dormindo ou olhando por alguma janela, com a tranquilidade suficiente de que voltaremos e não, que foram abandonados.

 

No entanto, se deixamos o nosso Cão sozinho demasiadas horas podem aparecer alguns problemas de comportamento, como destroços, fugidas ou uivos. Também podem aparecer se não cumprirmos corretamente com as necessidades básicas do nosso companheiro.

 

Passeios adaptados ao seu ritmo

 

Dentro dos hábitos e rotinas positivas para o Cão também encontramos o momento do passeio. Como deve saber, os Cães precisam sair à rua para fazer as suas necessidades, mas também para continuarem se relacionando com outros cães e pessoas. É uma parte fundamental do seu dia a dia e imprescindível para ter uma vida feliz.

 

Além disso, durante o passeio os Cães relaxam cheirando objetos, urinas e plantas de todo o tipo. Permitir este comportamento é muito importante, desde que seu animal esteja protegido e prevenido de acordo com o protocolo do seu veterinário de confiança.

 

Não se esqueça de adaptar o ritmo de passeio: os Cães idosos, os filhotes, os cães de patas curtas e os que estiverem doentes precisarão de um passeio tranquilo e relaxado, tal como as raças molossoides (Pug, Boxer, Boston Terrier, Dogue de Bordéus, entre outros). Por outro lado, os do tipo terrier ou lebrel desfrutarão de um passeio mais ativo e combinado com exercício físico.

 

Próximo artigo sobre comportamento animal: Passeios e Enriquecimento ambiental.

 

Quer marcar uma consulta de comportamento para seu cachorro? Nós realizamos esse trabalho.

É só você clicar aqui: Atendimento de Educação Canina

 

Abraços

Tathiana Carlovich

Educadora Canina e terapeuta holística com ênfase no bem-estar animal em conjunto com o Reiki e o ThetaHealing

Please reload

POSTS RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

BUSCA POR TAGS