Lidando com a morte de nossos companheiros

18/12/2018

 

Olá!

Hoje venho falar sobre um assunto sério.
Sobre a perda de um animal.
Sobre a dor, doenças, o apego e desapego.

Amamos tanto os animais. Muitas vezes amamos como se fossem filhos realmente. Não tem nada de errado nisso. Que grande sentimento por um animal. O amor para com um filho. Não importa a espécie. Aliás, esse é o verdadeiro caminho.
Amar, cuidar, proteger e ajudar no caminho espiritual...ajudar no caminho espiritual...disso se trata esse texto também, você entenderá.

Amamos tanto outro ser que quando chega a hora de sua passagem, de seu regresso à verdadeira vida, sofremos muito. A dor é enorme e parece que não cessará. As vezes ao ponto de doer tanto que ficamos doentes e/ou optamos por não ser tutor de outro, para evitar nova dor.

Meus amigos, isso se chama APEGO. É o EU INFERIOR (ou EGO)  se manifestando.
É normal. Sim! Dói tanto! Difícil romper os laços energéticos, como canais de luz, que sabiamente criamos e ligaram nossos corpos e espíritos.
Mas já se foi. Então deixe realmente ir.
Não alimente a dor.

E aí ouvimos nosso EU SUPERIOR, nossa verdadeira consciência espiritual e superior dando um toque, dizendo:

"Ei! Desapegue! Ele está bem! Fez o que tinha que fazer nesse plano! Não sofra! Tudo ficará bem!"

Mas novamente dói e ficamos presos no que aconteceu. Ficamos doente. Uma doença psíquica e depois física. 

Desapegue. Entenda que o animalzinho que você cuidou, que você amou, protegeu, está em seu caminho evolutivo. Ele tem que passar por isso. Você também. 
Não sofra tanto, ele sentirá do outro lado e sofrerá.

Deseje o melhor para ele, esteja aberto, pois outros seres puros, novos irmãos crianças nesse mundo, um próximo animalzinho precisará de seu amor e carinho para guiá-lo nesse processo.

Entenda que esse é o processo. Emane energia de amor para ele, seja o melhor tutor possível, e quando chegar a hora da passagem, se faz mais importante ainda emanar mais amor! Não dor. Não pesar e nem apego.

Amor, apenas amor. Sabendo que a vida que ele teve foi extremamente importante para ele. Assim como sua ajuda no caminho. E ele lembrará. Sim!

Alivie seu coração. Vibre pensamentos positivos para quem já se foi. Desapegue e esteja preparado para recomeçar na ajuda de um novo amigo que aparecer na sua vida!

E tenho certeza que aparecerá!

Com amor

 

Ricardo Garé

Mestre em Reiki, Instrutor e terapeuta de ThetaHealing, Comunicador Animal, Florais e meditação. Terapeuta e Veterinário Holístico

Please reload

POSTS RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

BUSCA POR TAGS