Sei He Ki - Símbolos do Reiki


O Sei He Ki é o segundo símbolo do Reiki e seu traçado nos lembram a figura de um dragão ou símbolos de culturas antigas como os moais da Ilha de Páscoa e as carrancas utilizadas nas proas de algumas embarcações.

Ele encontra-se desenhado na base da estátua do Buda Amida Japonês, no templo Budista do Monte Kurama, onde o método Reiki foi descoberto por Usui.

Quando utilizado o Sei He Ki, concentramos a energia no corpo emocional, que na maioria dos casos é a chave do sucesso da recuperação.

Ele atua principalmente no chakra umbilical, que recebe mais diretamente a energia do nosso corpo áurico emocional. Logo, é recomendada a utilização desse símbolo na maioria dos tratamentos.

Esse símbolo dilui os padrões negativos advindos de qualquer conflito sensorial (emocional, lembranças, etc.), ajudando-nos a descobrir as causas escondidas do nosso consciente dentro de nós.

O Sei He Ki é uma chave de acesso ao nosso inconsciente, ficando mais fácil tratar hábitos indesejáveis. A pessoa receptora volta a se conectar com aspectos emocionais nocivos, o suficiente para processá-los e livrar-se deles.

Nossas emoções constituem de uma resposta involuntária de alguém a um conjunto de circunstâncias que o afetam. Podemos dizer que corresponde à uma reação tanto psíquica quanto física, que é vivenciada subjetivamente como um forte sentimento e psicologicamente através de mudanças que preparam o corpo para uma ação imediata e vigorosa.

As emoções nos afetam de diferentes maneiras dependendo do tipo de pessoa que somos, de nossas crenças ou de quão ativa é nossa consciência. Podemos classificar nossas emoções como primárias, correspondendo a manifestações de raiva, medo, culpa e inveja, e secundárias, quando nos manifestamos de forma melancólica, apática, confusa, tímida ou por sentimentos de inferioridade.

Elas podem ser prazerosas ou desagradáveis, tensas ou descontraídas ou ainda produtivas ou destrutivas, como ódio, raiva, egoísmo e irritabilidade, que destroem relacionamentos, podendo ser até mesmo autodestrutivas, que afetam os próprios sentimentos e o sistema imunológico.

Os acontecimentos ao longo de nossa vida são neutros e nós é que demonstramos uma reação emocional diante deles. As situações não mudam diante de nossas emoções, porém podemos aprender muito com elas, modificando nossa forma de agir. Isto corresponde a dizer, que diante de situações críticas criadas por nós, devemos substituir raiva e frustração por responsabilidade futura.

Devemos substituir, portanto, atitudes fatalistas por uma visão positiva consciente dos fatos.

Abraços reikiano

Ricardo Garé

Veterinário Holístico e Mestre em Reiki


POSTS RECENTES
ARQUIVO
BUSCA POR TAGS

© 2016 Estúdio MUNI

CONTATO

RECEBA NOSSO

INFORMATIVO