A cura através do Reiki

15/07/2016

 

Através de técnicas diversas, entre elas o Reiki, podemos dissolver as estruturas emocionais negativas e nocivas.

 

A ação da Energia Vital do Universo sintoniza os chakras à vibrações de energia de alta freqüência, a energia do perfeito funcionamento do nosso estado original; dissolvendo os bloqueios de maneira gradual e uniforme.

 

O Reiki penetra no corpo físico e nos corpos sutis, liberando resíduos e carrega-os de Energia Vital, fazendo com que a consciência e os corpos energéticos possam estar completamente conectados, harmonizando e restabelecendo a saúde. Nos equilibrando espiritualmente.

 

Durante o processo de purificação as energias bloqueadas que foram dissolvidas voltam a nossa mente consciente fazendo com que experimentemos as mesmas impressões que originaram os bloqueios (medo, ódio, raiva, mágoa, ciúmes, etc).

 

Algumas vezes até doenças físicas, que não tiveram seu molde energético totalmente destruído, podem voltar amenizadas para serem eliminadas totalmente.

 

Devemos nos conscientizar que os bloqueios dos nossos sistemas energéticos são liberados de acordo com a nossa capacidade e aceitação íntima. Alguns processos são mais lentos, outros mais rápidos. Cada pessoa estabelece seu próprio ritmo.

 

Durante esse período de purificação devemos intensificar a aplicação de Reiki.

 

As situações das nossas vidas comumente encaradas como problemas dão ensejo às oportunidades de crescimento. O que chamamos de estresse ou trauma é uma reação desequilibrada nossa às oportunidades de crescimento que nós mesmos escolhemos.

 

Todas as oportunidades são verdadeiros desafios que fornecem energia e ímpeto para o contínuo desdobramento e desenvolvimento de nossa consciência, um equilíbrio constante acontece quando saltamos Níveis de Consciência.

 

Que todos sejamos felizes e conectados com nosso real propósito.

 

Abraços reikianos

Ricardo Garé

Veterinário e Mestre em Reiki

 

Foto divulgação/internet

 

 

 

Please reload

POSTS RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

BUSCA POR TAGS