Megan, relato de caso


Hoje contarei a história da Megan.

O começo do tratamento e atendimento veterinário com Reiki foi realizado por mim, Dr. Ricardo Garé e continuado pelo Dr. Alexandre Benesi, veterinário reikiano membro da equipe Reiki Veterinário.

As informações sobre a equipe do Reiki Veterinário e cidades de atendimentos pode ser vista clicando aqui: Equipe

O relato a seguir sobre o caso da Megan é da própria tutora, Marília.

"Em novembro de 2003 após o falecimento da minha avó eu e a minha mãe ficamos muito tristes e para trazer uma alegria minha irmã resgatou e nos deu uma pequena filhote judiada. Nós decidimos o nome e meio que perdidas (era o meu primeiro gato) saímos para comprar as coisas para aquela filhotinha que cabia num bolso.

O começo da Megan em casa não foi fácil, ela era uma gata arisca que facilmente atacava as pessoas. Como não sabíamos como ajudar ela pela nossa falta de conhecimento e falta de apoio por parte do veterinário decidimos ter outra gata, em Janeiro de 2004 adotamos outra gata, Molly. No começo Megan era agressiva mesmo com Molly, porém depois de poucos meses se tornaram amigas e sempre faziam as atividades juntas.

Megan contínuou arisca com humanos, porém era muito ligada a Molly e assim foi até o falecimento da Molly em Junho de 2014. Na noite que antecedeu o falecimento da Molly (que estava internada), Megan ficou deslocada em casa e no momento que avisei Megan que a Molly tinha partido ela vocalizou muito, tive de me ausentar alguns dias depois e Megan ficou num ambiente que conhecia. Foi tudo ok até o meu retorno, visivelmente Megan se sentia deslocada e parecia que não sabia o que fazer.

Com o passar dos dias Megan foi ficando estranha, até que certa manhã acordei com gritos dela, notei que ela estava na liteira e tinha uma poça de urina com sangue vivo.

Acordei todos em casa e fomos ao veterinário, fizemos os exames que constataram a insuficiência renal crônica, cálculos renais e estenose no ureter. Nesse momento entramos com um tratamento de choque e Megan parou de comer e vivia com dor, mudamos a alimentação dela da ração seca para a alimentação natural e voltou o apetite. No desespero pela dor não ceder coloquei um pedido de ajuda no facebook, em poucos minutos tive a indicação do Reiki.

Duas amigas me indicaram o Ricardo e prontamente entrei em contato, pouco depois Megan fez a sua primeira sessão de Reiki e senti que ela acalmou da ansiedade que tinha desde o falecimento da molly.

Com o passar das sessões o progresso da Megan foi ficando claro, ela agora pedia carinho e me procurava pela casa e para a nossa surpresa se tornou uma gata de colo!

Hoje Megan é uma gata que mesmo com seus mais de 12 anos brinca muito, tem musculatura, adora carinho, beijos e dormir no colo. O progresso foi de tal forma que a família no lugar de ter medo de Megan tenta interagir com ela.

Hoje a doença renal foi controlada e tem progredido lentamente, sei que o Reiki foi uma das terapias mais eficientes para esse controle."

Gratidão ao Reiki, a Marilia pelo relato e por ser essa tutora tão cuidadosa e amorosa com seus companheiros.

Gratidão a Megan por permitir o Reiki e por nos ensinar tanto.

Obs: deixem seus comentários no final da página! =)

Ricardo Garé

Veterinário e Mestre em Reiki

#reikiemgatos #reikiforcats #reikiveterinário #reikiemanimais #reikirelatodecaso

POSTS RECENTES
ARQUIVO
BUSCA POR TAGS

© 2016 Estúdio MUNI

CONTATO

RECEBA NOSSO

INFORMATIVO