Diário de viagem - Dia 1: encontro com cavalos selvagens


Olá!

Esse é o primeiro relato do primeiro dia de uma viagem de mais estudos (de ThetaHealing®) e introspecção para Montana - USA.

Decidi trazer para vocês um encontro ou acontecimento que me transformou no dia.

Será um relato por dia.

Esse primeiro dia da viagem que aconteceu ontem, 06 de junho foi muito especial.

Há uma ilha aqui próximo de Bigfork (Montana - USA), chamada Wild Horse Island, que tem 5 cavalos selvagens, dentre outros animais fenomenais.

Ano passado procurei uma forma de chegar até lá e não encontrei.

Não encontrei porque era para ter ido esse ano, no dia do meu aniversário. Foi uma manifestação de celebração pelo ano 38 da minha experiência de Vida. =)

Enfim, chegamos a ilha e em 5 minutos de caminhada nos deparamos com os 5 cavalos selvagens!!

Eles se aproximaram muito, mas como por lei daqui não podemos nos aproximar mais que 100 pés (300 metros) nos afastamos um pouco.

Pouco depois nos encontramos novamente.

São seres muito impressionantes, com muita energia e freqüência de liberdade.

Foi muito interessante ver um cavalo, que tem tanta força e energia utilizar ela em sua potência máxima na natureza.

Comunicação Animal do ThetaHealing:

Conversei com eles para pedir permissão de estar lá e ver o que tinham a dizer.

Me mostraram que eram seres com muita força e energia, ao mesmo tempo que eram muito serenos e tranquilos.

Eles alternam com muita sabedoria entre um aspecto expansivo (yang) e mais recolhido, de pouco movimento (yin).

O arquétipo do cavalo transmite a mensagem de liberdade e força em movimento.

Uma verdadeira força de movimento da natureza. Se ele não quiser ser parado, realmente não há como pará-lo.

Ele também nos transmite muito equilíbrio e conexão com a terra através de sua posição firme.

São seres muito sensíveis a energia do ambiente e dos outros animais, inclusive a nossa.

É melhor nos aproximarmos de um cavalo com uma energia interna de bastante calma e sentimento de sermos seguro para ele.

Muito importante nos abrirmos para aprendermos como trabalharmos com maestria as duas polaridades energética, Yang (expansivo, movimento) e Yin (introspectivo, não-movimento) e também como alternarmos de forma sábia e consciente entre elas.

Foi um encontro fenomenal. Até um ano atrás nunca imaginei que me encontraria com cavalos selvagens.

E você? Qual seu entendimento e aprendizado sobre os cavalos?

Até amanhã.

Ricardo Garé

Nota: imagem retirada da internet dos cavalos selvagens de lá. As minhas ficaram longe. Os vídeos são meus.

#reikiemanimais #animalreiki #ricardogare #wildhorseisland #wildhorse #thetahealinganimal #thetahealingcavalo #reikicavalo #arquetipocavalo

210 visualizações

© 2016 Estúdio MUNI

CONTATO

RECEBA NOSSO

INFORMATIVO