Chakras


A palavra Chakra ou chacra em sânscrito significa roda ou vórtice.

Os chakras são Centros Energéticos coloridos e redondos, em forma de funil, responsáveis pela captação e fluxo de energia no corpo.

A dinâmica dessa captação e distribuição funciona da seguinte forma.

Os chakras captam a energia ao nosso redor a qual é enviada através de canais energéticos para os órgãos e todo o corpo.

Esse canais energéticos são chamados de meridianos pela Medicina Tradicional Chinesa e de nadis pela Ayurveda, medicina originária da Índia.

O Reiki (saiba mais sobre reiki aqui) trabalha principalmente com os 7 chakras principais, que possuem um diâmetro aproximadamente de 7,5 a 10 cm. Eles controlam e energizam os órgãos principais e vitais do corpo físico.

Os chakras menores tem cerca de 2,5 a 5 cm de diâmetro, e os mini-chakras tem um diâmetro menor que 2,5 cm.

Os escritos antigos mencionam 88.000 chakras. Isto significa que no corpo humano praticamente não existe um ponto que não seja sensível energéticamente.

Os chakras giram com velocidade alternadamente do sentido horário e anti-horário. O movimento no sentido horário absorve a energia, no sentido anti-horário projeta a energia.

Em condições normais, um chakra gira no sentido horário e anti-horário em proporções iguais, assim a quantidade de energia que entra é aproximadamente igual a que sai.

Quanto mais rápido girar o chakra, maior a intensidade de energia é absorvida ou irradiada.

Em cada chakra encontram-se vibrações de todas as cores, todavia apenas uma destas cores predomina.

Quando um chakra gira numa velocidade extremamente rápida, aparece como um deslumbrante ponto de luz.

Os chakras são responsáveis por complexas e inúmeras funções no corpo humano. É através deles que perdemos energia quando estamos em sofrimento físico e emocional, pois cada chakra é um ponto coletor de uma determinada área de conflito e desenvolvimento.

Os chakras exercem várias funções importantes:

- absorvem freqüências energéticas, alimentam os corpos áuricos e distribuem essa energia para as diferentes regiões do organismo;

- eles controlam, energizam os órgãos principais e vitais, sendo responsáveis pelo funcionamento adequado de todo o corpo físico;

- cada chakra tem a sua função e está ligado a órgãos que desempenham funções no plano emocional, psíquico e espiritual.

O perfeito funcionamento dos chakras é sinônimo de perfeita saúde e a abertura de todos os níveis é sinônimo de evolução. É o que os Mestres chamam de iluminação.

A ativação de certos chakras pode resultar no desenvolvimento de certas faculdades psíquicas. Ex: Chakra da mãos permite sentirmos energias sutis e o chakra frontal possibilita-nos a clarividência e a intuição.

Os chakras principais são sete e se encontram ao longo de um eixo vertical na parte dianteira, estando também presente do 2º ao 6º chakra na região posterior do corpo. Os corpos energéticos estão ligados a estes sete chakras principais.

No Reiki utilizamos principalmente os chakras das mãos para transmitir a Energia Universal.

O bom ou mau funcionamento dos chakras agem nos nadis/meridianos. Sendo o inverso também verdadeiro.

Os sete chakras principais

1 - Chakra Básico

Localização: região do períneo.

Cor: vermelho.

Glândula que ele energiza: Supra-renais.

Ele controla, energiza e revigora todo o corpo físico, principalmente os sistemas musculares e esquelético, a coluna, as glândulas supra-renais, rins, os tecidos e os órgãos internos.

Também influencia a produção e a qualidade do sangue produzido, os órgãos sexuais, afeta a temperatura do corpo, a vitalidade geral e o crescimento nas crianças.

Este chakra é aberto para baixo e representa a ligação do homem com a terra ou com o mundo material e físico. Está vinculado à nossa existência terrena, à nossa sobrevivência.

O seu mau funcionamento manifesta-se como artrite, doenças da coluna e do sangue, câncer, leucemia, alergia, problemas de crescimento, baixa vitalidade, má cicatrização e fraturas.

Também conhecido como chakra da raiz, o chakra básico é como a raiz de uma árvore. Se a raiz for fraca, a árvore também será fraca. Assim, se o chakra da base for fraco, o corpo também será muito fraco.

2 - Chakra Umbilical (também chamado de Sexual)

Localização: dois dedos a baixo do umbigo.

Cor: laranja.

Glândula que ele energiza: Testículos e ovários.

Afeta a vitalidade geral da pessoa. O seu mau funcionamento manifesta-se como constipação, apendicite, dificuldade no parto, baixa vitalidade e todas as doenças relacionadas com os intestinos.

Este chakra é aberto para frente, tendo também um vórtice posterior.

É o chakra da reprodução, representa as relações afetivas no que concerne ao prazer sexual.

É o chakra que concentra as qualidades ligadas à sexualidade, curiosidade, busca criativa do prazer material, gosto pelas coisas belas, pela arte, pelas emoções e relações com outros indivíduos.

É um chakra fundamental, cuja correta atividade nos permite amar a vida, fazendo com que seja mais prazerosa. Seu mau funcionamento pode transformar a vida num pequeno "inferno" pessoal que termina refletindo nas pessoas com quem vivemos e nos relacionamos.

Se os chakras básicos e do umbigo não estiverem abertos em todos seus aspectos, os outros chakras não serão capazes de abrirem-se completamente e funcionarão de um modo muito restrito.

3 - Chakra do Plexo Solar

Localização: área no diafragma.

Cor: amarelo.

Glândula que ele energiza: Pâncreas.

Ele controla e energiza o diafragma, o pâncreas, o fígado, o estômago, intestinos e apêndices.

Também afeta a qualidade do sangue porque controla e energiza o fígado. Através do fígado, o plexo solar controla o nível de colesterol no corpo, afetando portanto a condição do coração.

Regula também a temperatura do organismo.

O chakra do plexo solar é um centro de compensação de energia. Todo o corpo pode ser energizado através dele.

O chakra do plexo solar representa a personalidade, e nele estão concentradas as qualidade da mente racional e pessoal, da vitalidade, da vontade de saber e aprender, da ação, do poder, do desejo de viver, de comunicar e de participar. É o ponto de ligação com outras pessoas.

Trata-se de um chakra poderoso que promove a auto-aceitação.

O mau funcionamento deste chakra pode ser manifestar como diabetes, úlceras, hepatite, problemas cardíacos, alergia, sinusite e insônia.

4 - Chakra Cardíaco

Localização: altura do osso esterno, no centro do peito.

Cor: verde.

Glândula que ele energiza: Timo.

Quando está ativo, relacionamo-nos com tudo e com todos, aceitando tanto os aspectos positivos quanto negativos, nos tornando capazes de amar incondicionalmente.

Somente se este chakra estiver aberto e vitalizado poderemos ser efetivamente canais de cura.

Bloqueios no chakra cardíaco frequentemente resultam em sintomas e atitutes mentais como a imposição de condições ao amor, ciúmes e egoísmo.

O Chakra cardíaco energiza e controla o coração, o timo e todo o Sistema Circulatório.

O mau funcionamento dele manifesta-se como doenças tais como: síndrome do pânico, acidose, palpitações, arritmia cardíaca, rubor, pressão alta, enfermidades dos pulmões, problemas no nível de colesterol, intoxixação, tensão e câncer.

Está intimamente ligado através de vários canais de energia ao chakra do plexo solar. O mau funcionamento de um pode causar o mau funcionamento do outro.

5- Chakra da Garganta ou Laríngeo

Localização: centro da garganta.

Cor: azul claro.

Glândula que ele energiza: Tireóides.

Ele controla e energiza a garganta, as glândulas tireóide e as paratireóides e o sistema linfático.

Seu desequilibro produz patologias como: suscetibilidade a infecções virais ou bacterianas (amigdalites, faringites), resfriados, herpes, dores musculares na região, dores

de cabeça na nuca, congestão linfática e problemas dentários.

Este chakra participa de qualquer desequilíbrio psicofísico. Seu centro físico corresponde a tireóide.

É o chakra da comunicação, do som e da vibração, da capacidade de receber e de assimilar. Relaciona-se com os sentidos do paladar, audição e olfato.

É o portão para a alta consciência e para a purificação e será pelo trabalho deste chakra que poderemos iniciar o caminho espiritual, em conseqüência de nos colocarmos em comunicação com nossa essência superior.

Este chakra é o centro psicológico da evolução, da criatividade, responsabilidade, iniciativa e autodisciplina.

Quando em desarmonia aparece o medo do fracasso e nos convertemos em seres potencialmente agressivos, adotando uma atitude instintiva de defesa própria.

6 - Chakra Frontal

Localização: centro da testa (na região de trás do corpo ele está localizado um pouco a baixo, na altura do osso occipital, na região da nuca).

Cor: azul índigo.

Glândula que ele energiza: Pituitária (também chamada de hipófise).

Ele controla e energiza a glândula pituitária (hipófise), que dirige a função das demais glândulas e o sistema nervoso.

Representa a intuição, a vidência e a audiência no campo da paranormalidade.

O desequilíbrio deste chakra pode se manifestar como perda de memória, paralisia, epilepsia, vícios de drogas e álcool, problemas nos olhos (cegueira, catarata) e surdez.

A energização deste chakra tem o efeito de funil, energizando todo o corpo.

É o chakra dos sentidos. É responsável pela energia da parte superior da cabela (acima do nariz), parte craniana, olhos e ouvidos.

Quando em desarmonia pode afetar esses órgãos, além de ficarmos confuso, em que as idéias e os conceitos não terão uma correspondência com a realidade, obstruindo nossas idéias criativas; ficamos sem raciocínio lógico e sem capacidade de colocar em prática nossas idéias.

É o centro psicológico para a percepção, conhecimento e liderança. Estabelece a ligação entre a mente espiritual e o cérebro físico.

7 - Chakra Coronário

Localização: topo da cabeça.

Cor: violeta, dourado e/ou branco.

Glândula que ele energiza: Pineal.

Ele também controla e energiza o cérebro.

É o chakra mais importante e é o elo entre a mente espiritual e o cérebro físico, relacionando-se com o nosso ser completo e com a nossa realidade cósmica.

Está associado à conexão da pessoa com a sua espiritualidade e à integração de todo o ser físico, emocional, mental e espiritual.

A falta de equilíbrio dele acarreta a não compreensão da parte espiritual, e produzirá distúrbios como: insônia, enxaqueca, desequilíbrios no sistema nervoso, histeria, possessão, obsessão e neuroses.

A energização do chakra coronário tem efeito de energizar o corpo inteiro.

O sétimo chakra é luz de conhecimento e consciência.

É visão global do universo.

É nosso caminho de crescimento, fazendo com que possamos alcançar a serenidade espiritual e a completa consciência universal.

No final do texto estão algumas tabelas para facilitar a consulta de cada chakra. Essas tabelas foram adaptadas de tabelas contidas nos livros de Reiki do amigo, escritor e mestre em Reiki Johnny De'Carli.

Já podemos através de toda essa informação entendermos melhor onde estão os nossos desequilíbrios e de nossos pacientes não?!

Abraços reikiano

Gassho (mãos unidas)

Ricardo Garé

Veterinário e Mestre em Reiki

#reikiemanimais #animalreiki #reikiveterinário #reike #reiki #chakras #chacras #oquesãochakras #oquesãochacras

2,038 visualizações

© 2016 Estúdio MUNI

CONTATO

RECEBA NOSSO

INFORMATIVO